O Marketing do artista

By on maio 7, 2012 in Neurobusiness with 0 Comments

O artista, não é  apenas um artista famoso seguido por milhares de pessoas, mas uma marca como Coca-Cola, Apple, Ford, etc.

A diferença aqui é que essa marca tem a vida: É um ser humano, e um ser humano pode ter humores, problemas, ou mesmo um mal dia. Além disso, essa marca fala. E fala para se comunicar, atuar, cantar e até dando entrevistas transmitidas por vários meios, na maioria das vezes interpretados ou alteradas. Tudo isso pode ser bom, ou não.

Uma das responsabilidades como manager é fazer um bom trabalho de marketing com base em uma estratégia, onde se vive um objetivo, claro e mensurável.

Com base nesse objetivo se contrui uma estratégia de promoção buscando projetos que colaborem com essa estratégia. Esta promoção, ou talvez, melhor dizendo, esses meios de publicidade devem ser a construção da  imagem e percepção  que o público deverá ter do artista.

Tudo depende do objetivo, BBB pode trazer um novo público, a revista “Playboy” não é ruim uma vez que o artista venda beleza e imagem corporal. Nada mal em programas de TV uma vez que se buque alcançar e atingir um público alvo muito popular.  A revista “Caras” é uma boa opção se o que se busca é uma posição na alta sociedade.

O bom ou mau para as decisões como gestores se baseiam em uma estratégia.

Quando se trata de promoção musical é ainda mais complicado. Para ouvir a música de um artista, a lógica e a tradição nos diz para divulgá-la nas rádios, mas, infelizmente, para colocar uma música na rádio é necessário pagar o famoso “jabá”, ou ter muitos contatos quentes que façam isso “gratuitamente” (trocas de favores). 

Não importa o que envolve seu artista; música, ação, esportes; o avanço da internet ainda é muito pequeno para praticamente qualquer finalidade, a menos que o seu público-alvo seja de um nível sócio-econômico alto. Confiar na internet como um complemento para uma táticas promocional é muito bom, mas não se pode deixar os outros meios de lado.

De qualquer maneira, a Internet tem outras características qualitativas, como o contato direto entre fãs e artista e a interatividade. A internet nos dá a oportunidade de interagir, comentar, compartilhar e é sempre bom aproveitar essa oportunidade, não só com as redes sociais como twitter, facebook, youtube, mas também em blogs e, claro, nos “sites oficiais”.

Outro aspecto fundamental é a busca de desenvolvimento profissional sobre como dar entrevistas.  As revistas de fofocas representam a maioria esmagadora em qualquer país e adoram fazer escândalos empresariais, e expor um artista quando comete erros. Para isso, existem empresas que estão envolvidas na formação profissional para entrevistas de figuras públicas e para lidar com situações de crise nos meios de comunicação de todos os tipos.

A sua marca é o nome do artista, o produto é a própria pessoa. E como tal, deve sempre ser tanto “o personagem” que se pretende promover e vender.

Aqui vão algumas dicas para promover ou anunciar o artista:

– Publicidade na mídia, impressa e on-line, não só no que o artista faz no trabalho ou em seus projetos, mas também em entrevistas ou programas.
– Marketing Direto: Onde é possível enviar material direto e fisicamente para casas ou escritórios do público-alvo. Isso se aplica não somente aos fãs, mas produtores, mídia, empresários e promotores.
– Comunicação Online: Aqui é possível abranger as redes sociais, sites oficiais, ou notícias relacionadas com sites, comunicação direta com e-mails de fãs, etc.
– Relações Públicas: É sempre importante participar de eventos importantes, como lançamentos de marcas ou produtos.
– Ativações: Eventos promocionais em pessoa, ao vivo, onde o artista está em contato direto com o público, em geral através de vários mecanismos, como autógrafos, promoções, prêmios, etc.

As possibilidades são infinitas, mas tenha sempre em mente a seguinte combinação: “baixo orçamento” + “criatividade”.

Tags: , , , , , ,

About the Author

About the Author: É Neurocientista, Palestrante, Yoguini, Influenciadora Digital e Produtora de eventos na Círculo Produções (http://www.circuloproducoes.com). Já foi Dj, dona de loja, garçonete, assistente de cobrança, vendedora, professora de universidade, webdesigner, fotógrafa, especialista em logística de piloto e dona de Club. Ama a música, o cérebro, o universo, a ciência e escrever. .

Subscribe

If you enjoyed this article, subscribe now to receive more just like it.

Post a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

doze + sete =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Top