Informação . Neurociência . Autoconsciência

Yoga e o cérebro – Uma revisão científica.

By on December 28, 2019 in NeuroSenciência with 0 Comments

Os cientistas sabem há décadas que o exercício aeróbico fortalece o cérebro e contribui para o crescimento de novos neurônios, mas poucos estudos examinaram como o yoga afeta o cérebro. Uma revisão científica encontrou evidências de que o yoga aprimora muitas das mesmas estruturas e funções cerebrais que se beneficiam do exercício aeróbico.

A revisão, publicada na revista Brain Plasticity, concentrou-se em 11 estudos sobre a relação entre a prática de yoga e a saúde do cérebro. Cinco dos estudos envolviam indivíduos sem experiência na prática de yoga, com uma ou mais sessões de yoga por semana, durante um período de 10 a 24 semanas e comparou a saúde do cérebro no início e no final da intervenção. Os outros estudos mediram as diferenças cerebrais entre indivíduos que praticam yoga regularmente e aqueles que não praticam.

Os estudos utilizaram a ressonância magnética funcional ou tomografia para analizar os resultados e todos envolviam a Hatha Yoga, que inclui movimentos corporais, meditação e exercícios respiratórios.

Neha Gothe, professora de cinesiologia e saúde comunitária da Universidade de Illinois relatou que dos 11 estudos, algumas regiões cerebrais que surgem consistentemente do se vê nas pesquisa com exercícios aeróbicos foi identificada.

Houve aumentos no volume do hipocampo com a prática de yoga que está envolvido no processamento da memória.

Embora muitos dos estudos sejam exploratórios e não conclusivos, a pesquisa aponta para outras importantes alterações cerebrais associadas à prática regular de yoga. A amígdala, uma estrutura cerebral que contribui para a regulação emocional, O córtex pré-frontal, essencial para planejar e tomar decisões, o córtex cingulado e as redes cerebrais, como a rede de modo padrão, envolvidas no pensamento sobre si mesmo tendem a ser maiores em praticantes de yoga do que em seus pares que não praticam yoga.

Os estudos também descobriram que as alterações cerebrais observadas em indivíduos praticantes de yoga estão associadas a um melhor desempenho em testes cognitivos ou medidas de regulação emocional.

Em um dos meus estudos anteriores, estávamos analisando como o yoga altera a resposta ao estresse do cortisol ”, disse Gothe. “Descobrimos que aqueles que praticaram yoga por oito semanas tiveram uma resposta atenuada do cortisol ao estresse, associada a um melhor desempenho nos testes de tomada de decisão, troca de tarefas e atenção”.

Os pesquisadores dizem que há uma necessidade de mais pesquisa sobre os efeitos da yoga no cérebro. Eles recomendam grandes estudos de intervenção que envolvam os participantes no yoga por meses e combinam grupos de yoga com grupos de controle ativo para medir alterações no cérebro e no desempenho em testes cognitivos usando abordagens padrões que permitem comparações fáceis com outros tipos de exercício.

Referências:

  • https://content.iospress.com/articles/brain-plasticity/bpl190084

Tags: , , , , , , , , , , ,

About the Author

About the Author: É Neurocientista, Palestrante, Yoguini, blogger, vlogger e Produtora de eventos na Círculo Produções (http://www.circuloproducoes.com). Já foi Dj, dona de loja, garçonete, assistente de cobrança, vendedora, professora de universidade, webdesigner, fotógrafa, especialista em logística de piloto e dona de Club. Ama a música, o cérebro, o universo, a ciência e escrever. .

Subscribe

If you enjoyed this article, subscribe now to receive more just like it.

Post a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

5 + seven =

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Top