Informação . Neurociência . Autoconsciência

Qual tipo de meditação aumenta mais a felicidade?

By on October 31, 2020 in NeuroSenciência with 0 Comments

A meditação vem se tornando cada vez mais uma rotina para muitas pessoas aqui no Ocidente. Essa é uma técnica utilizada para restaurar a energia, diminuir o estresse e encontrar inspiração. Diferentes tipos de meditação têm diferentes efeitos. Hoje, pesquisadores estão cada vez mais interessados em entender os efeitos e diferenças de cada tipo de meditação. Mesmo sendo dificilmente mensuráveis, é importante no entanto, avaliar o impacto que essas práticas de meditação têm no estado emocional das pessoas.

No budismo, existe um grupo de práticas chamadas de ‘quatro meditações incomensuráveis’. Nesse grupo incluem a meditação da bondade amorosa, a meditação da compaixão, a meditação da alegria apreciativa e a meditação da equanimidade. Embora possam ser utilizadas separadamente e serem diferentes umas das outros, todas práticas visam formar mensagens positivas para os outros e para si mesmo.

Alguns Pesquisadores da Universidade HSE compararam o efeito de duas práticas de meditação, a meditação da bondade amorosa e a meditação da compaixão.

A julgar por seus nomes, a meditação da bondade e da compaixão realmente parecem semelhantes, porém há algumas diferenças teóricas enraizadas. Enquanto a meditação da bondade foca mais na motivação do meditador para ver os outros felizes, a meditação da compaixão visa aliviar o sentimento de sofrimento.

Os pesquisadores procuraram responder à questão de saber se os resultados das duas práticas eram diferentes entre si e quais emoções às práticas poderiam causar. Os participantes foram divididos em dois grupos: o primeiro grupo deveria praticar a meditação da bondade e o segundo a da compaixão. Cada um dos participantes recebeu um áudio de 15 minutos com as instruções da prática de meditação.

O terceiro grupo, o grupo controle, resolveu um quebra-cabeça de palavras cruzadas. Os participantes responderam a um questionário, onde avaliaram as emoções que estavam vivenciando antes e depois do experimento Foi um total de 201 estudantes que participaram do experimento; nenhum deles havia praticado meditação antes.

O estudo mostrou que os participantes que praticavam uma das meditações, obtiveram um aumento significativo na sensação de felicidade, assim como no amor e cuidado pelas outras pessoas. A meditação da bondade foi mais eficaz em aumentar as emoções positivas.

Os pesquisadores presumiram que a meditação da compaixão aumentaria as emoções negativas, uma vez que o meditador está focado no sofrimento, mas isso não aconteceu. Esta conclusão contradiz um estudo anterior, onde aqueles que praticaram a meditação da compaixão experimentaram mais tristeza do que antes da meditação.

Os pesquisadores acreditam que a diferença nos resultados pode ser devida a diferenças nos procedimentos: as instruções nos dois experimentos eram diferentes. Embora os participantes tenham se concentrado na compaixão por amigos e estranhos no estudo anterior, desta vez também foram estimulados a focar na autocompaixão, o que os ajudou a lidar melhor com a tristeza. A autocompaixão é provavelmente um fator-chave responsável pelas emoções positivas durante a meditação da compaixão, uma suposição que poderia ser avaliada em estudos futuros.

Essas conclusões deram aos pesquisadores uma compreensão mais profunda de como as várias instruções de meditação podem impactar fortemente o estado emocional de um indivíduo. Uma vez que a meditação é cada vez mais usada por profissionais médicos e psicólogos na prática clínica, esses estudos servem para enriquecer o conhecimento sobre o uso de abordagens específicas de cada tipo de meditação.

Referências:

  • Sirotina U, Shchebetenko S. Loving-Kindness Meditation and Compassion Meditation: Do They Affect Emotions in a Different Way? Mindfulness. Published online July 31, 2020. doi:10.1007/s12671-020-01465-9

Tags: , , , ,

About the Author

About the Author: É Neurocientista, Palestrante, Yoguini, Influenciadora Digital e Produtora de eventos na Círculo Produções (http://www.circuloproducoes.com). Já foi Dj, dona de loja, garçonete, assistente de cobrança, vendedora, professora de universidade, webdesigner, fotógrafa, especialista em logística de piloto e dona de Club. Ama a música, o cérebro, o universo, a ciência e escrever. .

Subscribe

If you enjoyed this article, subscribe now to receive more just like it.

Post a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

11 − ten =

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Top