Informação . Neurociência . Autoconsciência

Cérebro e pensamento – Como pensamos sobre os pensamentos dos outros.

By on November 1, 2020 in Neuromundo with 0 Comments

A Teoria da mente é a habilidade de atribuir e representar, em si próprio e nos outros, os estados mentais independentes – crenças, intenções, desejos, conhecimento, etc. – e de compreender que os outros possuem crenças, desejos e intenções que são distintas da sua própria. A fim de entender o que outra pessoa pensa e como ela se comportará, devemos ter a perspectiva de outra pessoa.

Até recentemente, pesquisadores estavam em desacordo com relação à idade em que as crianças são capazes de fazer tal perspectiva, então alguns cientistas do Instituto Max Planck de Ciências Humanas Cognitivas e do Cérebro, da University College London e do Social Neuroscience Lab Berlin lançam uma nova luz sobre essa questão.

O cérebro parece ter dois sistemas diferentes para entender a perspectiva de outra pessoa, e estes amadurecem em ritmos diferentes. Os pesquisadores investigaram essas relações em uma amostra de crianças de 3 a 4 anos com a ajuda de um videoclipe que mostrava um gato perseguindo um rato. No vídeo, o gato observa o rato se escondendo em uma das duas caixas. Enquanto o gato está fora, o rato foge para a outra caixa, sem que o gato perceba. Assim, quando o gato retorna, ele ainda acredita que o rato está no primeiro local.  

Usando a tecnologia de rastreamento ocular, os cientistas analisaram o comportamento visual dos participantes do estudo e notaram que as crianças de 3 e 4 anos esperavam que o gato fosse para a caixa onde o rato estivera originalmente. Ou seja, eles previram corretamente onde o gato iria procurar o rato com base na crença do gato.

Onde o gato procura o rato? Quando os cientistas perguntaram às crianças diretamente onde o gato iria procurar o rato, em vez de olhar para eles, as crianças de 3 anos responderam incorretamente. Apenas as crianças de 4 anos foram capazes de entender o que os outros pensam.

Curiosamente, quando os cientistas perguntaram às crianças diretamente onde o gato iria procurar o rato, em vez de olhar para o seu olhar, as crianças de 3 anos responderam incorretamente. Apenas crianças de 4 anos conseguiram. As condições de controle garantiram que isso não acontecesse porque as crianças mais novas entendessem mal a pergunta.

O estudo demostrou que diferentes estruturas cerebrais estão envolvidas no raciocínio verbal sobre o que o gato pensa, em oposição às previsões não-verbais de como o gato vai agir. Os pesquisadores se referem a essas estruturas cerebrais como regiões para a Teoria da Mente implícita e explícita.

Essas regiões corticais do cérebro amadurecem em diferentes idades para cumprir sua função. O giro supramarginal, que suporta a predição de ação não-verbal amadurece mais cedo e também está envolvido na tomada de perspectiva visual e emocional.

Uma das autoras do estudo, Charlotte Grosse Wiesmann do MPI CBS explica que isso permite que as crianças mais jovens prevejam como as pessoas agirão. A junção temporoparietal, envolvida na forma como entendemos o que os outros pensam, e não apenas o que sentem e veem ou como agirão, só se desenvolvem para cumprir essa função aos 4 anos.

Nikolaus Steinbeis, da University College London, co-autor do estudo explica que nos primeiros três anos de vida, as crianças ainda não parecem entender completamente o que os outros pensam, porém parece já haver um mecanismo, uma forma básica de tomada de perspectiva, pela qual crianças muito pequenas simplesmente adotam a visão do outro.

O estudo revela que duas estruturas cerebrais diferentes estão implicadas na teoria da mente implícita e explícita, e ambas as regiões amadurecem em idades diferentes para cumprir sua função. O giro supramarginal amadurece mais cedo, permitindo que a teoria da mente ocorra um pouco mais cedo do que se acreditava, porém a capacidade total para a teoria da mente ocorre aos quatro anos, quando a junção temporoparietal amadurece.

Fonte e créditos das imagens:

Tags: , , , , , , , , , , , ,

About the Author

About the Author: É Neurocientista, Palestrante, Yoguini, Influenciadora Digital e Produtora de eventos na Círculo Produções (http://www.circuloproducoes.com). Já foi Dj, dona de loja, garçonete, assistente de cobrança, vendedora, professora de universidade, webdesigner, fotógrafa, especialista em logística de piloto e dona de Club. Ama a música, o cérebro, o universo, a ciência e escrever. .

Subscribe

If you enjoyed this article, subscribe now to receive more just like it.

Post a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

twelve + one =

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Top