Music. Ideas. Awareness

Tag: amor

A Neurociência do Amor – Parte 2 – O Afeto

A Neurociência do Amor – Parte 2 – O Afeto

By on July 1, 2018 in Ciência do Dia a Dia with 0 Comments

Uma sensação cálida, confortável, segura. A medida que a paixão acaba, o afeto aumenta e um novo sistema químico está se instalando. As endorfinas são o ópio da mente, essas substâncias são similares à morfina . Essas substâncias acabam com a dor, reduzem a ansiedade e acalmam a mente. Os parceiros que estão nesse estágio […]

Continue Reading »

A Neurociência do Amor – Parte 1 – A Paixão

A Neurociência do Amor – Parte 1 – A Paixão

By on July 1, 2018 in Ciência do Dia a Dia with 0 Comments

“Embora eu tenha te visto um só momento, Logo minha voz foi silenciada. Sim, minha língua ficou enfraquecida E sob a minha pele correu latejando um fogo impalpável.” Safo Definitivamente, uma sensação bizarra, de repente tudo fica mais colorido. As pessoas parecem mais bonitas, os dias fluem com alegria. Cada atividade é realizada com mais […]

Continue Reading »

Fielmente leal

Fielmente leal

By on January 24, 2015 in Neuromundo with 0 Comments

Lealdade é muito mais importante que fidelidade e não envolve o amor, necessariamente. Lealdade não é uma emoção, não tem a ver com sentimento, com algo físico ou com um contexto banal mas se mistura com tudo isso.

Continue Reading »

Um sentimento chamado razão

Um sentimento chamado razão

By on September 19, 2014 in Chamando o Nazza with 0 Comments

Tenho observado o quanto a premissa de se evitar de se fazer o mal tem causado damos às pessoas. Culturalmente, nós ocidentais fomos catequizados pra isso. Oriunda da interpretação sem amplitude, o tido como correto, sempre foi se negar a ter determinado comportamento (Não Matarás, Não cobiçaras a mulher do próximo etc.). A lástima está […]

Continue Reading »

A Vida, como ela é pra mim!

A Vida, como ela é pra mim!

By on December 14, 2012 in Chamando o Nazza with 0 Comments

Antes de bem querer, apaixonar-me, amar outra pessoa, sinto, em proporção igualada, por mim mesmo.

Continue Reading »

Aprendendo

Aprendendo

By on August 14, 2012 in Chamando o Nazza with 0 Comments

Isso é bem curioso, quase uma dicotomia. Por que as pessoas se encantam umas com as outras e depois de conquistá-las, começam um processo de mudanças, de moldagem para como julgam ser ideal? Ora, se apaixonamo-nos por uma maneira de ser, por que querer , desrespeitosamente, adequar aquilo que outrora nos exercia fascínio, apenas pelo prazer de ser do ‘nosso’ jeito?

Continue Reading »

Somente uma promessa!

Somente uma promessa!

By on June 12, 2012 in Chamando o Nazza with 2 Comments

Existe uma definição para o amor que é sensacional: o amor é a ausência do medo. Adoro acreditar nas relações dessa forma. Não desisto das pessoas. Acredito muito nelas. Me importam bastante, apesar dos juízos de valores da individualidade, não me serem assim tão importantes para mim. Para mim, não sei se pra você, ou você ou você!

Continue Reading »

Top