Music. Ideas. Awareness

Fragmentos

Surpresas

By on April 23, 2013 in Fragmentos with 0 Comments

Talvez minha percepção estivesse distorcida: não é questão de tempo e sim de intensidade, que tornam as surpresas, o mais emocionante dos adjetivos da vida.

Continue Reading »

Inimigo

By on February 14, 2013 in Fragmentos with 0 Comments

É sabido que o nosso grande inimigo é aquele que habita dentro de nós mesmos. É o que nos diminui, nos aterroriza, nos cega, nos anestesia, nos impede de seguir, de nos desprender daquilo que nos consome negativamente. A solução é simples. E de tão simples acaba sendo tão complicada. Basta acreditar que tudo podemos […]

Continue Reading »

Amor

By on November 26, 2012 in Fragmentos with 0 Comments

A mágoa é a anestesia do amor.

Continue Reading »

Tempo

By on November 21, 2012 in Fragmentos with 0 Comments

Tempo de conquistas, de perceber a melhor escolha, de não contestar aquilo que não me diz respeito, de seguir sonhando, de vencer obstáculos pelos próprios méritos, de seguir leal a mim mesmo, de aceitar que um nasce pra sofrer enquanto outro ri (Tim Maia), de determinar minha vitória no presente pra sorrir no futuro.. Coisas […]

Continue Reading »

Sanidade

By on November 21, 2012 in Fragmentos with 0 Comments

Buscamos a sanidade dentro da insanidade em que vivemos.

Continue Reading »

Percepção

By on November 21, 2012 in Fragmentos with 0 Comments

Cada um tem uma percepção, se quer que alguém lhe entenda, o melhor que tem a fazer é simplesmente dizer-lo.

Continue Reading »

Direção

By on November 21, 2012 in Fragmentos with 0 Comments

Não importa a velocidade, o que importa é a direção.

Continue Reading »

Pensar

By on November 21, 2012 in Fragmentos with 0 Comments

Se for para pensar, pense grande.

Continue Reading »

O bom e o ruim

By on November 21, 2012 in Fragmentos with 0 Comments

Tudo o que é ruim, é bom.

Continue Reading »

Importar

By on November 21, 2012 in Fragmentos with 0 Comments

Não é que não me importo com o que você pensa a meu respeito, é que simplesmente, não me diz respeito.

Continue Reading »

Top