Vitalic – Um relato pessoal

By on October 16, 2012 in Músico, Gênio ou Louco? with 2 Comments

Artista de origem humilde, Vitalic emigrou para a Alemanha em 1989, onde sobreviveu de bicos como tocador de trubka (instrumento ucraniano) e  prostituição.

Foram as próprias dificuldades financeiras que contribuíram para a criação de uma sonoridade que encontrou filiação no selo alemão International Deejay Gigolo, berço do electro e sonoridades do tecnopop dos anos 80.

Suas poderosas misturas sonoras, incluem elementos do pop dos anos 80, levaram mais melodia ao tecno.

Vitalic é um dos maiores artistas da atualidade, seu som é intenso, poderoso, daqueles que fica realmente gravado na memória, um gênio compreendido.

Esse último domingo (14/10/2012) ouvi bastante Vitalic e tive que postar o texto que escrevi quando vi seu Live pela primeira vez.

Segue abaixo:

Sexta- feira, 14 de maio de 2004.

O dia já começa diferente de todos os outros, acordo as 8:30 da manhã e tá um frio absurdo, pelo menos pra Cuiabá.

10:30- Há uma incompreendida inquietação no ar, algo me deixa intrigada, ansiosa….

12:30- No trabalho, uma felicidade bizarra, tudo o que fazia, fazia rindo, como se houvesse algo a mais rolando. O tempo não passava.

15:00- Correria, conversas, músicas, clientes, luzes. Tudo misturado à sensação de que algo muito bom estava para acontecer. E de fato estava.
Várias paradas para um cigarro. A venda de convites parecia multiplicar-se conforme passavam os minutos.

17:00- A telefonista Mariana responde; sim, ainda tem convite, mas corre porque ta acabando.

19:00- Que hora péssima, o trabalho basicamente acabou, mas a balada nem está perto de começar, não há nada a fazer a não ser esperar.

20:00- Parada básica para comer, no Cedros como sempre. Mais conversas e cigarros que prolongam –se até as 22:30.

23:00 – Já em casa, entro na net, vejo um pouco de TV e dou uma descansada. Quem disse que consigo? A ansiedade é enorme, pareço uma barata tonta andando pela casa.

24:00- Lavo roupa, dou uma limpada bem no truque, arrumo umas coisas, e nada do tempo passar.

01:00- Começo a me arrumar.

2:00- To pronta!!! AEEEEEEEEEEEEEEEE!!!! Vamos pra balada!!!

2:30- Chuva, frio, não sei como, mas nada impediu as pessoas de saírem, a noite estava mais pra um vinho, filme e cama. Podia chover pedra mas nada me impediria de sair.

3:00- Foi a meia hora mais longa em toda minha vida, contei os segundos para que isso acontecesse, VITALIC começa a fazer o live P.A.

Meus olhos se enchem de lágrimas, meu corpo todo estremece, fico inteira arrepiada, não há palavras para expressar o que senti na uma hora do live que vi, o cara é simplesmente incrível!
Houve momentos que meu coração parecia sair pela minha boca, muitas lembranças do E-club vieram na minha cabeça. “Aquele inferninho” idolatrou Vitalic de um jeito que o próprio nunca irá saber. Só quem viveu aquela época pôde sentir o mesmo que senti ao vê-lo ao vivo.

Já vi grandes nomes da música eletrônica tocando, sito aqui os que realmente marcaram minha vida: Vanguard, Marco Carola, Laurent Garnier, Carl Cox, The Chemical Brothers e Kraftverk; Contudo, depois da noite de 14 de maio de 2004 posso dizer:

MINHA VIDA MUDOU DEPOIS QUE VI VITALIC!!!!!!

É como se fosse um marco na minha vida, AV e DV (antes de Vitalic e depois de Vitalic).

Agora o que me resta são lembranças, que permanecerão eternamente na minha mente, uma noite perfeita.

Obrigada Floor, obrigada Cuiabá, obrigada Vitalic.

Tags: , , , , ,

Mariana Verzaro

About the Author

About the Author: É idealizadora da Círculo Produções, blogger, produtora musical, manager de djs, musicoterapeuta organizacional e estudante de neurociência. Multitask ou melhor multiloca, já foi dona de loja, garçonete, Dj, assistente de cobrança, vendedora, professora de universidade, webdesigner, fotógrafa, produtora de eventos, especialista em logística de piloto e dona de Club. Ama o cérebro, teorias de conspiração, ser do contra e escrever. .

Subscribe

If you enjoyed this article, subscribe now to receive more just like it.

There Are 2 Brilliant Comments

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Roger says:

    Conheço aquela imagem vermelha da capa… =)

  2. EDUARDO says:

    foda o texto mari, parabéns !!

Post a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Top