Music. Ideas. Awareness

A música e a obsessão – Entenda a Biebermania

By on July 2, 2012 in MusicaMente with 1 Comment

Gritos incontroláveis, desmaios e horas e mais horas no facebook e twitter. A Biebermania está se transformando numa epidemia global.

É graças aos surtos de fãs do passado que os cientistas possuem agora um maior entendimento em como os adolescentes, particularmente as garotas, ficam tão apaixonados por alguns músicos e como a indústria musical é a maior adepta a explorar esse fenômeno.

 

Segundo o Dr. Daniel Levitin, neuroscientista da Universidade McGill em Montreal no Canadá e autor do livro “This is Your Brain on Music” (A Música e o Seu Cérebro), ouvir músicas familiares e favoritas estimula a liberação de dopamina, neurotransmissor envolvido no prazer e no vício, o mesmo que provoca aquela euforia quando comemos chocolate.

Ao realizar estudos em seu laboratório, o Dr. Levitin observou que por volta dos 14 anos, ocorre uma solidificação e maturação neural; é quando se descobre que existe um mundo com diferentes idéias, culturas e pessoas onde tudo se transforma rapidamente e o gosto musical formado nessa época, se torna parte da rede cerebral interna. Por isso quando adultos ficamos tão nostálgicos quando ouvimos músicas que recordam nossa adolescência.

Os meninos também desenvolvem o gosto musical nessa fase da vida, mas são mais propensos a seguir intensamente os atletas, em parte por um desejo de imitá-los e, em parte porque torcer por um time transmite uma sensação de identidade, dizem os psicólogos.

As meninas costumam ficar mais “obcecadas” pelos pop stars pois é nessa fase que despertam sentimentos românticos e sexuais que causam medo e estimulam ao mesmo tempo, apaixonar-se por uma celebridade é uma maneira de experimentar esses sentimentos e ao mesmo tempo manter-se seguro; é muito improvável que essa paixão se torne realidade.

Essas fantasias são o combustível que a indústria musical usa para promover suas estrelas, lançando artistas que possuem essas características (olhar doce e jeito de menino) por tempo indeterminado. As músicas são cuidadosamente planejadas propositalmente para mexer com as fantasias românticas das garotas adolescentes, desde “I Want to Hold Your Hand” dos Beatles até “Boyfriend” do Justin Bieber com letras que falam sobre o amor e como seu sonho seria tê-las nos seus braços.

O marketing desses artistas também é trabalhado minuciosamente. Seguido por 44 milhões de fãs no facebook e 23 milhões no twitter, as redes sociais de Bieber são atualizadas de hora em hora com informações sobre seu paradeiro, pensamentos e claro, sobre onde e como comprar seus discos, produtos e ingressos em primeira mão.

Ao parecer essa histeria massiva nada mais é do que um estágio inofensivo no desenvolvimento do adolescente, ou apenas mais uma bela estratégia genial de consumo; não se preocupe, essa febre bieberiana passará. Alguns historiadores relatam que, antes mesmo da idolatria frenética acontecer com os Beatles, Elvis e Frank Sinatra, fãs desvairadas já jogavam suas roupas e lutavam por mechas de cabelo do compositor e pianista do século XIX Franz Liszt. Resta agora tentar adivinhar quem será o próximo e se proteger para não ser mais um contagiado. Será que alguém possui uma receita de algum antídoto?

 

 

 

 

Referências:

– LEVITIN, Daniel J. A Musica No Seu Cérebro: A Ciencia De Uma Obsessao Humana. São Paulo: Civilização Brasileira, 2010.

– The Wall Street Journal – Health Journal – http://online.wsj.com/

 

Tags: , , , , , , , , , , , , ,

About the Author

About the Author:

É blogger, vlogger, neurocientista e Dj de Techno. Já foi dona de loja, garçonete, manager de Djs, assistente de cobrança, vendedora, professora de universidade, webdesigner, fotógrafa, produtora de eventos, especialista em logística de piloto e dona de Club. Ama música, o cérebro, ser do contra e escrever.

.

Subscribe

If you enjoyed this article, subscribe now to receive more just like it.

There is 1 Brilliant Comment

Trackback URL | Comments RSS Feed

Sites That Link to this Post

  1. A trilha sonora da minha vida! Identidade Sonora – ISO : MVERZARO | April 24, 2017

Post a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

5 + ten =

Top