Music. Ideas. Awareness

Mememagazine entrevista Dj Meme!

By on October 24, 2011 in Management with 0 Comments

Quando, há alguns meses atrás fizemos nossa trilha sonora da semana no Soundcloud com Carol Williams na capa com (‘Love Is You’) do DJ Meme, uma conexão natural foi feita.

Assim como nomes que são semelhantes, DJ Meme e a Revista Meme (Mememagazine) possuem o mesmo amor pelo groove perfeito. Não resistimos e pedimos ao aclamado Dj de House music algumas perguntas, que foram respondidas com respostas perspicazes. Começamos obviamente perguntando sobre aquela coisa da importância do nome …

Meme Magazine: A primeira pergunta é um pouco óbvia,  como é que veio o nome DJ Meme? Com a Revista (Mememagazine) é tudo sobre o “gene cultural” (ou meme) que é transmitido de pessoa para pessoa, mas nos perguntamos se você possui alguma interpretação diferente do seu nome?

DJ Meme: Meu nome verdadeiro é Marcello Mansur … é uma dupla de Ms …, meus amigos Djs e colegas de rádio no Brasil começaram a me chamar de ‘DJ MM’. Um dia, como uma desculpa para simplificar a fonética, alguém me chamou de ‘Meme’ na frente de 15 pessoas, ai eu soube que já era tarde demais!

MM: Muitas pessoas estão dizendo que a House music é uma coisa do passado, mas continumos a vê-la desenvolver e se transformar em formas novas e melhores. Qual a sua opinião sobre o estado da house music no mundo de hoje?

DJM: Eu concordo. Como a música diz: “I remember House when House was…”. (Eu me lembro da House quando a House era). Esse é o sinal mais significativo de que a House music está constantemente mudando mas, de alguma forma, os fundamentos ainda estão lá. Algumas pessoas dizem que o “Soulful Melody-Harmony-Rhodes-House é o House de verdade”. Talvez o seja porque a ‘House foi criada cheia de soul, pianos e melodias, mas ao mesmo tempo, talvez não o seja, porque se você comparar, por exemplo, o som que o Frankie Knuckles está fazendo hoje com o som que ele fazia antes, você verá uma grande diferença entre eles, que poderia ser chamada de “evolução”, mas … no final das contas, é também uma mudança, não? Ou por acaso alguém está pronto o suficiente para dizer a Frankie Knuckles que ele está indo na direção errada?
Não quero sentar aqui e julgar um por um, até mesmo porque, artistas como Swedish House Mafia usam a palavra ‘House’ como tag do seu estilo, uma vez que o que produzem e tocam é obviamente tão distante do Chicago House original como a Lua é da Terra, essa é provavelmente, a sua própria visão do sentimento da House music. Quando Derrick May fez “Strings Of Life “, houve uma discussão sobre como nomear o estilo da música, e, no final, foi chamada de Techno… mas para mim, ainda é House. Podemos ir ainda mais longe e chegar a lugar algum, porque no final … e, novamente, é como a música diz: “…And, you see, no one man owns House because House music is an universal language, spoken and understood by all.” (e, você verá, ninguém é dono da House porque a House music é uma linguagem universal, falada e compreendida por todos.).

MM: Você parece ser capaz de injetar um groove muito especial em todos os remixes que faz. Qual foi o seu favorito?

DJM: Por muitos motivos particulares e também populares, e por toda a história por trás disso, é provavelmente, “Fish Go Deep “.

FISH GO DEEP – THE CURE AND THE CAUSE (DJ Memê Philly Suite mix) by DJ MEME

Tudo começou quando um amigo, Greg Dorban, que é um DJ do Reino Unido, me enviou um mix especial da canção original, sem as batidas mas contendo os acordes originais, eu nunca tinha ouvido antes porque eu estava ligado ao remix do Dennis Ferrer. Para encurtar a história, em 2006 escrevi para Simon Dunmore, o cabeça da Defected, pedindo-lhe as partes acappella para fazer o meu próprio remix com base nos bonitos acordes originais. Sua resposta foi um pouco óbvia: “Essa música já está velha. Está fora já a quase um ano”. Então … para convencê-lo, eu disse que tinha “uma grande idéia” de fazer uma versão Disco, escrevendo e gravando um arranjo de cordas Disco sobre ela, e reconstruindo a canção a partir do zero. Eu precisava dizer alguma coisa… e essa foi a única coisa que me veio à mente naquele momento. LOL. Eu fiz 100% em spec, e paguei a orquestra do meu próprio bolso mas, quando Simon a ouviu, ele gostou tanto do Remix que planejou um novo release com remixes completamente novos para a música em 2007. O resultado é agora, uma parte da história da dance músic.

MM: Além de remixar, você produz a sua própria música, inclusive com ‘DJ Meme Orchestra’. Isso é algo que você quer fazer mais, ou ser Dj será sempre a sua prioridade?

DJM: Eu sou um DJ que produz música e não o oposto, logo, ser DJ é o meu primeiro amor, e esse é o ângulo que eu uso para criar minhas trilhas, porem, por outro lado, é difícil me tirar do estúdio quando entro e começo a produzir, então posso dizer que vivo no limite entre um e outro.

MM: E Por último, quem são seus atuais heróis na música?

DJM: Maurice White, do Earth Wind & Fire, Stevie Wonder, Michael Jackson, Burt Bacharach, Lincoln Olivetti (maestro brasileiro e arranjador – vale a pena pesquisar sobre ele), MAW, A equipe Def Mix, todos os artistas de NY do Striclty Rhythm, Vincent Montana Jr., Kenneth Gamble & Leon Huff, Giorgio Moroder, Tom Moulton, Alec Constandinos, Cerrone, Donny Hathaway, Frank Sinatra, Tom Jobim, Arthur Baker, Shep Pettibone, Nile Rodgers, Hmmmmm …. quem mais ? Jimpster, Shur-I-Kan, Eric Kupper, Joey Negro, America, The Bee Gees … e a lista continua!

MM: Muito obrigado, essas respostas foram ótimas. Boa sorte em seu próximo projeto.

 Essa é uma tradução da entrevista original, para ver a mesma em inglês clique aqui.

Tags: , , ,

About the Author

About the Author: É blogger, vlogger, neurocientista e Dj de Techno. Já foi dona de loja, garçonete, manager de Djs, assistente de cobrança, vendedora, professora de universidade, webdesigner, fotógrafa, produtora de eventos, especialista em logística de piloto e dona de Club. Ama música, o cérebro, ser do contra e escrever. .

Subscribe

If you enjoyed this article, subscribe now to receive more just like it.

Post a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

seven + thirteen =

Top