Neurociência, Idéias, Auto-Consciência

Atenção plena – O que estudos recentes dizem sobre o tema.

By on December 29, 2019 in NeuroSenciência with 0 Comments

O termo atenção plena (mindfulness) designa um estado mental que se caracteriza pela autorregulação da atenção para a experiência presente, numa atitude aberta, de curiosidade, ampla e tolerante, dirigida a todos os fenômenos que se manifestam na mente consciente e no corpo.

A atenção plena parece ser útil para perceber os eventos diários como menos estressantes e lidar com o estresse de uma maneira mais comprometida e adaptativa.

Estudos anteriores mostraram que indivíduos com altos níveis de atenção plena demonstram aceitação, autocompaixão, tolerância à angústia e flexibilidade. Recentemente, um estudo publicado na revista Emotion fornece uma nova visão sobre a relação entre atenção plena e o lidar com o estresse.

No estudo, 157 estudantes do primeiro ano da Universidade de Connecticut realizaram tarefas de atenção plena, estresse, estados emocionais e de estratégias de enfrentamento de problemas no início do primeiro semestre. Os participantes então completaram pesquisas diárias por uma semana durante o segundo mês do semestre.

Os pesquisadores descobriram que estudantes mais atentos – ou seja, aqueles que concordaram com afirmações como “É fácil para mim me concentrar no que estou fazendo” e “Sou capaz de aceitar os pensamentos e sentimentos que tenho” tendem a reportar níveis mais baixos de estresse, que por sua vez está associado a experimentar menos estados emocionais negativos.

Os pesquisadores também identificaram algumas vias pelas quais a atenção plena pode estar associada. Em particular, os alunos atentos eram mais propensos a lidar com eventos estressantes ao aceitar a realidade do fato de que isso aconteceu e eram menos propensos a se criticar por experimentar o evento estressante.

A aceitação consciente pode ser especialmente benéfica para a construção de afetos positivos, enquanto a auto-compaixão (ou baixa auto-culpa) pode ser mais útil para reduzir o afeto negativo.

É provável que a atenção plena influencie maneiras de pensar e sentir através de vários caminhos únicos, e pode ser particularmente útil para pessoas que lutam com altos níveis de estresse diário.

As descobertas indicam que aceitar experiências estressantes está associado com à propensão de experimentar emoções positivas e são muito promissoras, porém é necessário realizar estudos com grupos mais diversificados.

 
 Referências:
- https://psycnet.apa.org/record/2018-41367-001




 
 

Tags: , , , , , , , , , , , ,

About the Author

About the Author: É Neurocientista, Palestrante, Yogini, blogger, vlogger e Produtora de eventos na Círculo Produções (http://www.circuloproducoes.com). Já foi Dj, dona de loja, garçonete, assistente de cobrança, vendedora, professora de universidade, webdesigner, fotógrafa, especialista em logística de piloto e dona de Club. Ama a música, o cérebro, o universo, a ciência e escrever. .

Subscribe

If you enjoyed this article, subscribe now to receive more just like it.

Post a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

6 + 18 =

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Top