Music. Ideas. Awareness

Use a raiva ao seu favor.

By on January 21, 2019 in Ciência do Dia a Dia with 0 Comments

A raiva é uma emoção estranha porque, muitas vezes, pensamos que ela não existe dentro de nós, e de repente, BUMM!! Explodimos como uma bomba atômica. Parece que as situações se acumulam em um lugar que não temos consciência, sem perceber, nos damos conta que tudo estava ali, que nunca saiu de lá.

Mas de lá, aonde?

Conheço pessoas que respondem a absolutamente tudo com raiva, parecem uma fúria ambulante e me pergunto, de onde vêm toda essa raiva?

Bom, a questão aqui não é tapar as emoções ou fingir que elas não existem. Isso nem seria possível pois somos governados por elas. Mas podemos encontrar um equilíbrio e canalizar essas emoções.

Recentemente passei por uma situação muito difícil em que senti muita raiva, raiva de mim, das pessoas envolvidas, do tempo perdido. Enfim, nem sempre as coisas são como queremos. É difícil quando vemos que passamos um tempão lutando por algo que não deu certo.

Mas, como eu resolvi lidar com essa situação?

Peguei toda essa raiva – e olha que era muita – e resolvi usá-la ao meu favor. Usar toda essa energia estagnada para cuidar do Eu e focar nos meus projetos e, o resultado… Bem, posso dizer que estou no meu melhor momento (até agora, claro rss). E olha que já não tenho mais 20 anos.

A solução não é reprimir as reações de raiva ou emocionais. A repressão nos tira a energia e nos força a ter comportamentos estranhos.

A paciência ajuda a lidar com a raiva, mas não resolve. É preciso ir além. A cura reside na busca e na prática de encontrar uma cura. O trabalho não é só externo, mas interno também.

Todo mundo está preso a uma cadeia de acontecimentos que vem de muito longe. Nossa raiva é proveniente de nossas muitas interações com outras pessoas, decepções, tristezas acumuladas, acontecimentos que vem de muito longe. Parece que um determinado indivíduo é responsável pela raiva que estamos sentindo mas a causa é muito maior, envolve dezenas de mágoas anteriores.

É necessário entender a emoção, tolerá-la. Toda emoção possui um conhecimento, um ensinamento que nos transforma em algo muito melhor! Quando nos permitimos aprender com a nossa raiva, conseguimos dispersá-la. Mas é preciso absorvê-la, vivenciá-la e se transformar com ela, senão ela irá corroer nossa confiança de que algo bom pode vir a acontecer no futuro, e nos transformará em pessoas amargas (infelizmente é o caso de muita gente).

Utilizar toda essa emoção no processo de entendimento e construção daquilo que somos e do que podemos ser é o caminho, sem esperar nada do resultado. Simplesmente viver o processo como se fosse único e eterno. Viver a raiva, a dor, a mágoa e a ferida e usar um pouco de cada emoção para si, seja com novos projetos, seja na sua reconstrução, seja para redirecionar os seus sonhos e restaurar os instintos.  

Mas, lembre-se de algo muito importante: para uma cura real é necessário dizer a nossa verdade, não só a nossa dor e lamento. Mas também o mal que foi causado: a raiva, a revolta, o desejo da autopunição e da vingança que tudo isso provocou e, a partir daí, conceder o perdão.

Aqui no blog tem um texto maravilhoso, escrito pelo Nazza sobre o perdão. Aconselho a todos a lerem. Falo também num outro texto sobre como a música pode ajudar no entendimento da raiva. Também aconselho.

O perdão é um ato de criação. Só ele é capaz de curar a raiva, pois traz a compreensão do sofrimento que provocou a ofensa. O perdão é a força que te faz livre!

Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

About the Author

About the Author: É neurocientista, idealizadora da Círculo Produções, professora de Yoga, Dj de Techno e blogger. Já foi dona de loja, garçonete, manager de artista, assistente de cobrança, vendedora, professora de universidade, webdesigner, fotógrafa, produtora de eventos, especialista em logística de piloto e dona de Club. Ama música, o cérebro, o universo, a ciência e escrever. .

Subscribe

If you enjoyed this article, subscribe now to receive more just like it.

Post a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

5 × three =

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Top