Music. Ideas. Awareness

Quando o poder literalmente sobe no seu cérebro!

By on January 12, 2018 in Ciência do Dia a Dia with 0 Comments

Pessoas que possuem um alto status na sociedade, geralmente acabam por deixar seu poder subir à cabeça. E, pelo jeito; segundo um estudo, há uma verdade científica por trás disso.

Um artigo publicado na revista The Atlantic citou o trabalho do professor de psicologia da Berkeley, Universidade da Califórnia, Dacher Keltner. Após vários anos de experimentos e estudos em seu laboratório, Keltner descobriu que pessoas em posições mais poderosas agiam de forma mais impulsiva, eram menos conscientes dos riscos e menos capazes de observar as situações através do ponto de vista de outras pessoas.

Em um artigo, Keltner e sua equipe examinaram como o poder influenciava “reações emocionais recíprocas e complementares em relação ao sofrimento de outra pessoa. ” Em outras palavras, quão empáticos pessoas poderosas eram.

Foram 118 participantes no estudo, escolhidos aleatoriamente, divididos em pares e orientados para se sentarem um pouco afastados um do outro, mas olhando um para o outro. Eles foram então ligados à um equipamento de monitoramento fisiológico. Foram realizados medidas do seu poder social e do seu estado emocional.

Os participantes foram então questionados à pensar em um evento que os causou uma grande dor emocional nos últimos 5 anos. Eles tiveram que escrever sobre o evento e falar sobre a sua experiência por 5 minutos enquanto o outro participante os ouvia.

As classificações emocionais foram medidas depois que cada pessoa falou. Quem se comunicava teve que se certificar de que transmitia as emoções e o impacto do evento em suas vidas, e os ouvintes tiveram que tentar obter uma compreensão da experiência da outra pessoa e foram autorizados a fazer perguntas no final.

Os pesquisadores concluíram que o poder social faz com que as pessoas valorizem menos as reações emocionais de quem está sofrendo.

“Os participantes de maior poder social experimentaram menos angústia e menos compaixão em resposta ao outro indivíduo que revelava uma experiência de sofrimento” diz o estudo. Keltner disse que muitas vezes há um “paradoxo de poder” que ocorre. Uma vez que as pessoas têm poder, elas perdem algo em relação ao que as colocou lá em primeiro lugar. Ver o mundo do jeito que alguém faz, ou ser empático com os outros é uma grande parte disso.

Outro estudo de 2006 demonstrou o mesmo. A pesquisa foi liderada pelo psicólogo Adam Galinsky e os participantes foram pedidos para desenhar a letra E em sua testa para que outros pudessem vê-la. Essa tarefa exige a habilidade de se ver de acordo com a perspectiva de outra pessoa. Os pesquisadores descobriram que aqueles que se consideravam mais poderosos foram mais propensos a desenhar o E ao revés, pois essa seria a forma correta de ver de acordo com o seu ponto de vista.

Enfim, se o poder subiu à sua cabeça, talvez, você esteja danificado para sempre. No entanto, pode-se argumentar que existem algumas vantagens de ter menos empatia se você estiver em posição de poder e tiver que tomar algumas decisões difíceis.

Qual a sua opinião? Acha que pessoas mais poderosas possuem menos empatia? Compartilhe abaixo a sua opinião.

 

Referências:

https://www.oveo.org/fichiers/power-changes-how-the-brain-responds-to-others.pdf

https://insight.kellogg.northwestern.edu/article/losing_touch

https://www.theatlantic.com/magazine/archive/2017/07/power-causes-brain-damage/528711/?utm_source=nhfb

Tags: , , , , , , , , ,

About the Author

About the Author: É blogger, vlogger, neurocientista e Dj de Techno. Já foi dona de loja, garçonete, manager de Djs, assistente de cobrança, vendedora, professora de universidade, webdesigner, fotógrafa, produtora de eventos, especialista em logística de piloto e dona de Club. Ama música, o cérebro, ser do contra e escrever. .

Subscribe

If you enjoyed this article, subscribe now to receive more just like it.

Post a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

five × 4 =

Top