Os poetas estão mortos ou vivemos uma nova realidade na música pop brasileira?

By on November 6, 2016 in Management with 1 Comment

peter_paul_mary_dc1971-jpeg-size_-xxlarge-letterboxOutro dia, estava ouvindo a rádio e começou a tocar a música Podres Poderes, do Caetano Veloso. Na mesma hora comecei a pensar: O que acontece na música hoje em dia que simplesmente não tem nada a dizer mais do que dores de cotovelo amorosas e teóricas superações de exes?

Onde estão as músicas que nos mostram a realidade nua e crua que ninguém quer ver sobre o que anda acontecendo no país? Ou mesmo no mundo? Onde estão as músicas que nos fazem pensar?

Foi daí, conversando com um amigo meu que me dei conta que o problema não são as músicas, pois a música é somente um reflexo da nossa sociedade e de como a gente vive. E o que vemos nesse cenário musical de hoje? À parte do Hip Hop nacional, com suas verdades incômodas, vemos ostentações, futilidades, amores perdidos e reclamações no Facebook.

O mais engraçado é que vivemos na época mais pacífica e confortável da história da humanidade (você só vê desgraça na tv, mas essa é a real) e ainda assim, as pessoas estão mais tristes e mais insatisfeitas do que nunca. A depressão se tornou o mal do nosso século.

A tecnologia, que surgiu para facilitar nossa vida e unir pessoas, está destruindo cada vez mais as relações com más interpretações e falhas de comunicação (das pessoas, não da tecnologia), nos transformando em seres infelizes, ansiosos e sem rumo.

Quando é que vamos parar para pensar em nossos reais valores para poder seguir em frente e dar jus a espécie evoluída que somos?

Tags: , , , , , , , , , ,

Mariana Verzaro

About the Author

About the Author: É idealizadora da Círculo Produções, blogger, produtora musical, manager de djs, musicoterapeuta organizacional e estudante de neurociência. Multitask ou melhor multiloca, já foi dona de loja, garçonete, Dj, assistente de cobrança, vendedora, professora de universidade, webdesigner, fotógrafa, produtora de eventos, especialista em logística de piloto e dona de Club. Ama o cérebro, teorias de conspiração, ser do contra e escrever. .

Subscribe

If you enjoyed this article, subscribe now to receive more just like it.

There is 1 Brilliant Comment

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Frank Oliveira says:

    Ótimas questões, penso que a música reflete o seu próprio tempo, vivemos em paz sim, mas vivemos em uma sociedade pautada pela busca do poder e riqueza acima de tudo, e as próprias músicas de hoje refletem isso, tempos de subversão como na ditadura requerem um cuidado maior até na confecção das letras, então acho que tem toda uma base social por baixo dessa genialidade desses artistas, se formos pensar, até no caso do Criolo, um cara marginalizado e subversivo por ser rapper, favelado, negro e pobre, até pq essa é a receita do fracasso no mundo em que vivemos (infelizmente!), enfim, tomara que nossa sociedade se cure e amadureça de uma vez por todas, pq se não continuaremos ouvindo música ruim por muito tempo. kkkk

Post a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Top