Music. Ideas. Awareness

A música e a fé

By on February 22, 2015 in MusicaMente with 0 Comments

musicwebQue a música mexe com as pessoas já é algo que se sabe já há muito tempo. Dos sentidos, é a música na audição que ativa várias áreas do nosso cérebro simultaneamente; uma delas, o sistema límbico, é uma área mais primitiva do nosso cérebro que lida com as emoções. Quem quiser saber mais pode conferir meu texto  aqui no blog sobre a música e a emoção.

Devido há alguns acontecimentos pessoais recentes, venho ultimamente me questionando muito sobre a minha fé pois, quanto mais próxima fico da ciência, mais distante fico da religião e, quanto mais me aproximo da religião, mais distante fico da ciência, porém, mesmo nos meus momentos mais ateus, nunca antes havia perdido a minha fé.

A fé é independente da religião, está dentro de cada um de nós e ela, e somente ela pode mover montanhas, por is87b44be6fe6ade36b9905e2d6f4146ddso uma angústia tomou conta do meu ser nesses últimos meses: se não tenho mais fé em nada, o que é que me resta?

Saí numa busca desenfreada e enlouquecedora atrás dela, procurei amigos religiosos, frequentei diversos centros de diferentes religiões, li a bíblia, pesquisei vários sites e vi vários vídeos. Enfim, procurei e procurei e no meio de tudo isso encontrei um denominador comum: a música. Que ironia do destino, logo eu!

É impressionante como as religiões utilizam a música para vários propósitos, seja ela para um ritual, para alegrar, acalmar ou até mesmo para calar um povo que quer lutar contra o sistema. A grande realidade é que a música está sempre presente, de uma forma ou de outra e, ao menos para mim, talvez seja ela que desperta a fé que está dentro de cada um de nós.

Muitas das generalizações morais que são aplicadas à religião, também se aplicam a música. A música é um fenômeno cultural. Ele intensifica emoções. Isso ajuda a fortificar e estruturar comunidades. Ela pode atingir desde o horrorífico ao sublime.

Os nazistas, afinal tinham música nazista nacionalista para motivar seus cidadãos. Na outra extremidade do espectro, a música empolgante do movimento dos direitos civis defendida pela igualdade e a Nona de Beethoven foram uma declaração política e socialmente radical sobre a alegria da solidariedade humana.

São inúmeros os exemplos mas somente para citar alguns:

-Os cantos Gregorianos controlaram o povo na idade média e calaram uma nação.

-Tribos que utilizaram a música em seus diversos rituais e cerimônias.

-Música nazista

A verdade é uma só, independente se a música é utilizada de má fé para controlar um povo ou não, ela realmente tem o poder de mover as pessoas, independente do estilo que se ouve, será que, assim como a fé, ela é capaz de mudar o mundo? Eu acho que sim.

” Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.
Pois foi por meio dela que os antigos receberam bom testemunho.
Pela fé entendemos que o universo foi formado pela palavra de Deus, de modo que o que se vê não foi feito do que é visível. “

Tags: , , , , , , , , ,

About the Author

About the Author: É blogger, vlogger, neurocientista e Dj de Techno. Já foi dona de loja, garçonete, manager de Djs, assistente de cobrança, vendedora, professora de universidade, webdesigner, fotógrafa, produtora de eventos, especialista em logística de piloto e dona de Club. Ama música, o cérebro, ser do contra e escrever. .

Subscribe

If you enjoyed this article, subscribe now to receive more just like it.

Post a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

seventeen + six =

Top