A música e o coração

By on August 25, 2014 in MusicaMente with 0 Comments

Que a música ilumina o coraçã1601556_782831065067450_581471374_no dos apaixonados e conforta aqueles com um coração partido se sabe já há tanto tempo que é praticamente algo intrínseco no ser humano; estudos porém, demonstram que a música também faz muito bem ao coração.

Cardiologistas sugerem que todas as pessoas podem aumentar a saúde de seus corações simplesmente ouvindo as suas músicas favoritas.
Um estudo foi feito com 74 pacientes com doença cardíaca. Os pacientes foram divididos em três grupos. Um grupo foi matriculado em aulas de ginástica durante três semanas, outro foi matriculado nas mesmas classes, mas com a condição de que poderiam ouvir músicas de sua escolha durante os 30 minutos do exercício e um terceiro grupo só ouviu música, mas não fez exercício.

No final do estudo, os pacientes que ouviram música junto com o exercício tiveram uma melhora significativa da função cardíaca e também da sua capacidade de exercício em 39%. O grupo que só fez o exercício aeróbico melhorou a sua capacidade em apenas 29% e aqueles que só ouviram música melhoraram em 19%.

Os resultados apresentados na Sociedade Europeia de Cardiologia do congresso anual em Amsterdã, sugeriu que a liberação de hormônios ao escutar música pod1976321eria estar por trás das mudanças.

O Prof Delijanin Ilic, investigador principal do Instituto de Cardiologia da Universidade de Nis, na Sérvia, disse: “Quando ouvimos a música que gostamos, endorfinas são liberadas no cérebro e nossa saúde vascular melhora. Não existe uma ” música ideal” para todos – o que importa é que a pessoa goste e a faça feliz”.

Outro estudo, feito por pesquisadores japoneses revelou que ratos que foram submetidos a transplantes de coração sobreviveram por mais tempo quando expostos à músicas do Mozart e Verdi. Liderados pelo Dr Masanori Nimi, os pesquisadores realizaram um experimento onde um grupo de ratos de 8 a 12 semanas se submeteram a transplantes do coração. Os ratos foram divididos em 5 grupos e expostos as seguintes condições musicais: ópera (Verdi), Mozart, música New Age, diferentes freqüências sonoras e sem música.

 

Após uma semana, os ratos expostos à música New Age, diferentes freqüências sonoras e os que ficaram sem música rejeitaram o órgão dentre 5 a 11 dias depois do transplante. Em contraste, os ratos que foram expostos a Verdi e Mozart tiveram um tempo de sobrevida de até 26 dias.

Esses são apenas alguns exemplos de estudos que demonstram que a música pode trazer muitos benefícios para o coração, confira sempre as novidades aqui no blog.
Vale lembrar que a música e a ciência andaram de mãos dadas por muito tempo. Na Grécia antiga, a música era considerada uma ciência sendo usada para aliviar o stress, promover o sono e aliviar a dor.
De qualquer maneira, lembre-se de colocar uma boa música para acompanhar na póxima vez em que for tomar seu remédio para o coração.

Referências:

http://www.journals.elsevier.com/journal-of-cardiology/

Tags: , , , , , ,

About the Author

About the Author: É idealizadora da Círculo Produções, blogger, produtora musical, manager de djs, musicoterapeuta organizacional e estudante de neurociência. Multitask ou melhor multiloca, já foi dona de loja, garçonete, Dj, assistente de cobrança, vendedora, professora de universidade, webdesigner, fotógrafa, produtora de eventos, especialista em logística de piloto e dona de Club. Ama o cérebro, teorias de conspiração, ser do contra e escrever. .

Subscribe

If you enjoyed this article, subscribe now to receive more just like it.

Post a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

four × 3 =

Top